quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Olá....

Hoje não tenho muito tempo para estar por cá.
Só passei para deixar muita força e beijinhos para todas as meninas....
Estou mais feliz e confiante hoje mas, nem todos os dias são iguais.
Muita sorte :************************

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Vencer a ansiedade... Uma tarefa possível?

Quem quer mesmo ter um bebé, acaba por, mais tarde ou mais cedo, ter ansiedade. Alguma conseguimos controlar um pouco e até "esquecer" mas, a ansiedade anda no ar.
Muitas vezes por não termos ninguém directamente com quem falar (é um segredo nosso que estamos a tentar pois, a pressão dos familiares já é demasiado grande e, o marido até tem muita vontade mas, não entende nada disto) a ansiedade ainda é pior.
A mim, o fórum www.demaeparamae.pt, tem-me ajudado muito pois, lá aparecem muitas meninas como eu: como um gosto e vontade enormes de ter um bebé.
Sei que hoje é apenas o 1º dia deste blog mas, se não servir mais nada serve ao menos para eu desabafar.
Acho que, a próxima etapa é descrever o meu ciclo, mais por mim do que por alguma coisa mas, isso fica para outro post.
Até amanhã lindas e, sintam-se bem :***

Conselhos a seguir antes de tentar engravidar...

1º - Ir ao médico fazer exames pré-concepcionais, ver se as vacinas estão em dia, se o organismo está funcional;
2º - Começar a tomar ácido fólico tão importante para o futuro desenvolvimento do bebé;
3º - Fazer uma dieta (alimentação) e exercício físico adequados, de forma manter equilíbrio entre corpo e mente - nem peso em demasia (muita) nem pouco peso. Atenção: Este item é muito referido mas, embora o ser mais gordinha por vezes dê resultados insatisfatórios, nunca deve deitar as esperanças por terra, afinal, quem somos nós para duvidar???
4º - Se forem muito ansiosas, não dizerem a ninguém para além do vosso parceiro o que se passa e, tentarem ocupar a vossa cabeça com outras coisas mais.

Gostaria que deixassem mais conselhos a seguir antes de tentar engravidar e para quem já está a tentar.
É muito fácil "desdanhar" mas, quem passa pela situação de querer tanto a maternidade, e a paternidade, sabe bem dar valor a este questão. Beijinhos e, muito namoro.

Dicas para tentar engravidar...

1º - Controlar a ansiedade;
2º - Descobrir qual o período fértil;
3º - Manter relações sexuais em dias alternados;
4º - Exercício Físico Moderado;
5º e dica mais importante: esquecer tudo o resto e namorar muito quando se tem vontade, afinal se querem ter um bebé é porque se amam não?

Beijinhos e, muitas loucuras :)))

A nossa história - Parte 6

Pois bem, a minha amiga viu-me a dançar com ele mas, eu tentei desligar-me pois, estava com medo.
Durante a semana liguei-lhe e, confirmei que ia à festa e, ele disse que não ia perder a festa por nada desse mundo. E, ai, eu fiquei tão convencida...
No dia 31 de Dezembro lá fui para casa da minha amiga. Depois de jantarmos, lá fomos para o Centro Juvenil. Quando ele me viu sorriu por todos os lados e eu fiquei muito corada mas, só dissemos um oi.
Depois da meia noite, a minha amiga passou por ele, tocou-lhe no braço e desejou-lhe bom ano mas, indiferente. Eu passei por ele, dei-lhe dois beijinhos e, desejei-lhe um bom ano. Ele agarrou-me o braço e com a voz mais ternurenta do mundo perguntou-me se já ia embora.
Quando lhe respondi que não, tirou a carinha de assustado e tentou passar despercebido.
A minha amiga, percebendo que o interesse era mútuo, deu-me toda a força.
Deixei as coisas rolar e rolar e, no dia 1 de Janeiro de 1999 começamos a namorar...
E ainda dura....
Depois de um namoro de 10 anos menos 15 dias, casamos e somos muito felizes.
Agora queremos uma estrelinha para brindar este amor e, se Deus quiser, ela brilhará em breve.
Obrigada por lerem a nossa história...

A nossa história - Parte 5

Mas, entretanto chegou...
Nem imaginam como fiquei feliz mas, só até a minha amiga se pôr a falar com ele... Ela sempre pareceu muito atiradiça mas, achava que havia algo mais pois, onde há fogo, há fumo.
E não me enganava, a minha amiga estava a atirar-se a ele :(((
Fiquei tão triste, a pensar que tinha perdido uma oportunidade e, o outro rapaz, já nem me lembrava dele.
O "problema" é que o rapaz parecia estar interessado em mim mas, ia lá eu estragar uma amizade???
Tive imensas pessoas que nos tentaram juntar... Até que ele perguntou-me se eu ia à passagem de ano com o grupo, ao que respondi que ela é que sabia pois, tinha dito que se fosse para o centro juvenil ia com ela, senão ficava em casa.
Ele pediu-me o meu número de telefone (na altura nada de telemóvel) e, ele deu-me o dele. Fiquei de ligar-lhe quando soubesse se ia ou não...

A nossa história - Parte 4

Fiquei desconfiada que ela gostava dele mas, como não a queria magoar nem lhe perguntei nada.
A festa foi passando, nós falamos um com o outro mas, o medo de estar a trair uma amiga era tanto que, fiz de conta que não era nada, afinal, o que era um "rapazito" que conhecia há minutos "contra" uma amiga do peito???
Depois desse dia, pensei várias vezes nele mas, as "agruras" da praxe, as aulas, tudo novo, fazia-me "esquecer".
Até que, a minha amiga convidou-me a ir passar a passagem dela com ela e uns amigos mas, ainda não sabia se ia ser num bar ou no centro juvenil. Escusado será dizer que sabia que ele deveria ir pois, tratei de perguntar que "grupos" iam mas, só iria se fosse ao centro juvenil pois, no bar era mais complicado.
No entretanto, como uma amiga em comum fazia anos depois do Natal, lá fomos nós para outra festa inocente.
Quando lá cheguei e vi que ele não estava fiquei tristinha pois, estavam lá amigos dele...